quarta-feira, dezembro 08, 2004

PAULO MEGASTAR PORTAS

Depois de uns dias calado (o suficiente para tomar fôlego) Paulo Portas, o guru da política e líder espiritual do PP voltou com a embalagem toda e disposto a acrescentar mais umas páginas ao seu Kama Sutra democrático. Igual a si próprio, ou seja, estúpido, criticou Jorge Sampaio (Surpresa!) por este ter dissolvido o parlamento SEM TER CONSULTADO OS PARTIDOS POLÍTICOS!

Ò Paulinho, então achas que era mesmo preciso? Se até alguns do teu lado da barricada (ou barracada, como preferirem) vos queriam de lá para fora, qual achas tu que seria o partido da oposição que te queria lá? O Bloco de Esquerda, talvez?

Ò miúdo, os únicos que vos querem lá são os tolinhos, são os vossos compinchas com interesses económicos e os blogues como o nosso porque tu és uma das nossas melhores fontes de diversão e, sinceramente, o país já não pode passar sem ti, sem os teus discursos transpirados e sem a tua energia inerte. És a melhor arma que temos para nos esquecermos da merda que tu próprio e outros iguais a ti nos têm vindo a atolar estes anos todos. Muito obrigado.